Mahouka Koukou no Rettousei:Volume 8 Capítulo 13

From Baka-Tsuki
Jump to: navigation, search

Capítulo 13

08 de agosto, Ano 2092 / Okinawa - Casa

Desde o primeiro dia, as férias em Okinawa tinha tido uma atmosfera turbulenta. Ontem, a tranquilidade tinha sido recuperada. Agora, neste dia, o tempo também está passando calmamente.

Embora você poderia chamar de chato as férias de verão, eu não gostaria de enfrentar um período de férias em que eu estava tão desgastada de dificuldades.

Finalmente, depois de nossa chegada em Okinawa, no quarto, fomos capazes de desfrutar de nossas férias no Sul ao máximo.

No entanto, eu não tinha dúvida de que Ani foi incluído no "nós".

A hora atual é 01:00pm. Em vez de tomar um cochilo à tarde,agora, eu estou lendo no meu quarto. Sakurai-san encontrou um livro de papel de rara magia para mim e eu estou indolentemente lendo-o na minha mesa.

-É Bom ser indolente. Afinal, eu provavelmente não seria capaz de entender tudo isso de qualquer maneira.

Apenas os volumes mais com técnicas de magia são impressos em papel, e até mesmo os alunos do ensino médio têm dificuldade para obter um porão deles; seria a altura de arrogância de pensar que eu, uma mera estudante do ensino médio, poderia compreendê-lo por apenas lê-lo uma vez.

No entanto,só essa pessoa pode ser capaz de fazê-lo.

Recebi a impressão de que essa pessoa, em suma Ani, tinha em sua própria sala de uma estação de trabalho onde ele estava entusiasticamente digitando algo relacionado a CADs em seu teclado.

Os CADs eram as duas armas em forma que tinha recebido do Tenente Sanada anteontem.

No início, eles usaram a palavra 'emprestar' enquanto eles conversavam, mas, em nenhum momento, tornou-se "dar". Eu me senti como se houvesse um interrogatório sobre "Está tudo bem? Não pertencem à força de defesa nacional?" ...... Ele disse que era um investimento para o futuro, e não era o caso que eu não conseguia entender o que ele estava esperando. No entanto, infelizmente, o seu investimento é pré-determinado para ser uma perda total. Porque essa pessoa é o meu 'Guardian', ele nunca vai ser qualquer tipo de soldado.

Isso não é motivo para recusar o que pode ser chamado de um presente,no entanto, é apenas um protótipo, afinal. Não há nenhuma maneira de ele ter algum significado além de uma lembrança dada a um visitante que tem um futuro promissor.

Agora que penso nisso, essa pessoa parecia realmente querer receber este presente.

Anteontem, ontem, e hoje, ele brincou com o sistema CAD sempre que tinha tempo livre. Ele está capaz de fazer algum tipo de ajuste de CAD? Eu nunca tinha visto ele fazer isso. Ainda assim, até agora ele nunca me mostrou a sua prática de combate também. A razão para isso pode ser porque ele não tinha tempo livre para descansar.

Eu me pergunto se ele perdeu o interesse por ele?

Poderia mexer com um CAD ser realmente muito interessante?

Nota=Só relembrando que Ani é irmão

Bem, mesmo se você chamá-lo de ajuste, ele é provavelmente apenas ao nível da utilização de interruptores em níveis atribuídos. No entanto .......

Antes que eu percebesse, eu já estava em pé na frente da porta do quarto da pessoa.

Umm, o que eu vim fazer aqui?

Eu provavelmente quero algo, certo.

Devido ao meu estado de confusão mental, minha mão esquerda congelou à beira de bater na porta.

De alguma forma, eu me sinto como se eu estivesse fazendo o papel de um palhaço sem uma audiência para minhas travessuras. Pior ainda, um terceiro palhaço.

Eu suspirei e abaixei minha mão.

Naquele momento, eu estava prestes a virar no meu calcanhar e deixar, no entanto, eu estava um pouco tarde demais.

A porta de vaivém fora aberta com um tilintar suave.

A porta foi aberta de uma forma que levou em consideração o fato de que pode haver alguém em pé na frente dele. Graças a isso eu acabei com o nariz atingido pela porta como um personagem de uma tirinha de comédia pastelão mal escrita, mas eu não tinha tempo livre para colocar uma pretensão e fugir.

"Você precisa de alguma coisa?"

Ani estava agindo como se ele soubesse que eu estava de pé lá - em essência, agora ele sabe que é certo, mas - ele pediu que, ao mostrar o rosto.

"Uh, umm, er….."

"Sim".

Ani está esperando pacientemente em uma resposta de minha auto incoerente.

Apesar de eu chamá-lo, não pode ser discernido do rosto poker. Ainda assim, ele está me observando.

O olhar composto de Ani aumentou a minha perplexidade.

"Er,tudo bem se eu entrar?"

Nesta situação, eu tive, infelizmente,que torna-me um pouco histérica; ou seja, fui tomada por uma sensação de perigo. Antes eu era completamente dominada, eu lamentavelmente tentei denunciá-lo à força. Depois que eu descuidadamente falei, eu pensei 'o que você vai fazer depois que você entrar na sala !?' No entanto, isso era muito tarde.

Naquela época, meu rosto provavelmente estava vermelho. Vermelho e carrancudo - embora eu nunca pretendia ser carrancudo para ele, mas - em resposta a mim, que estava olhando para ele fixamente, essa pessoa naturalmente arregalou os olhos, mas exibido nenhum outro sinal de perturbação. Ele empurrou a porta de distância e me convidou para dentro.

Como de costume, o quarto dele era simples - ou seja, não havia muitas coisas nele.

Dentro desse interior deserto, a estação de trabalho funcional fez sua presença conhecida com grande voz.

"Agora, o que exatamente você precisa?"

Eu não poderia responder a pergunta de Ani.

Naquela época, minha consciência foi atraída para o código de flagrante exibidas na estação de trabalho que estava ligado a um meio dissecado CAD. O monitor estava repleto de uma enumeração de números e letras.

Não posso olhar para esta sala apenas como um laboratório de desenvolvimento CAD .........

Para ser honesta, eu perdi a cabeça.

No entanto, a próxima palavra que Ani falou rapidamente chamou a minha consciência de volta para ele.

"Ojou-sama."

"Não me chame de Ojou-sama."

Em resposta a mim que tinha gritado, Ani congelou, surpreso.

Para essa pessoa olhar como ele estava em uma perda para palavras é realmente incomum, mas eu não acho que isso era estranho.

Afinal,

Minha voz agora era como um lamento.

A voz soava como se eu estivesse prestes a explodir em lágrimas.

"Uh ... .."

".........".

"Hum, hum ... o direito de ..que! Se você não se acostumar a falar comigo normalmente agora, você pode deslizar inesperadamente, mais tarde, em outro lugar, né?"

A expressão de Ani mudado de 'surpresa' para 'suspeita'.

A desconfiança em seu olhar esmagado, mas sacou uma péssima desculpa por pura força de vontade.

"Então, por favor me chame,de Mi-Miyuki!"

No entanto, isso era o máximo que eu podia ir.

Quando, finalmente, eu terminei de falar, que era o meu único pensamento que eu fechei os olhos.

Como uma criança com medo de ser repreendida, agarrei no estratagema de fechar os olhos inclinando a cabeça.

Embora eu não sabia o que eu temia, eu era de fato como uma criança que temiam incondicionalmente desaprovação dos pais.

"... ..Compreendo, Miyuki. Isso é tudo?"

A resposta de Ani era gentil.

Não era seu habitual para adultos como formalidade; ele falou casualmente, como se estivesse falando com um amigo.

Ani provavelmente falou como amigos da escola e em que o tom de voz de linguagem informal.

Ani estava olhando para mim com olhos suaves ao falar para mim de uma forma suave.

"... ..É tudo."

Eu estou de fato prestes a explodir em lágrimas neste momento.

É tudo o que posso fazer para conter as lágrimas.

"Desculpe-me, eu vou voltar para o meu quarto"

Desde que eu não tinha a resistência de fazê-lo por muito tempo, eu escapei da presença de Ani.

Refugiando-se no meu próprio quarto, eu enterrei meu rosto no travesseiro.

Afinal, eu tinha infelizmente tido conhecimento do mesmo.

Essa gentileza só tinha sido um ato.

Até as palavras casuais que um irmão seria naturalmente direta para sua irmã em um relacionamento normal entre irmãos eram apenas a saída que veio do frio cálculo.

Eu não tinha provas para minha infeliz conclusão.

Mas, desde que eu sou irmã da pessoa ......

É apenas nesses momentos que eu posso sentir a amargura de se comunicar através dos laços de irmãos como tentar matar o som do meu pranto.